De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

DGTL São Paulo 2018, o que você não pode perder

Quem escreveu

Tava Passando

Data

04 de May, 2018

Share

No ano passado o festival holandês DGTL estreou no Brasil e chegou chegando, trazendo logo de cara o criador-da-porra-toda Derrick May. Portanto, o desafio para esta segunda edição, que rola neste sábado (05) aqui em São Paulo, era melhorar o que já era ótimo, tanto em termos de line-up de DJs como em conforto para o público. E parece que eles vão conseguir realizar a façanha, pois se não temos uma estrela de magnitude solar como Derrick, temos uma constelação de corpos celestes em ascensão. Separamos algumas atrações imperdíveis que, a gente garante, não vão deixar você parado!

Aqui vai rolar a segunda edição do DGTL
Aqui vai rolar a segunda edição do DGTL

Gerd Janson e Prins Thomas

A junção dos big beats de Gerd Janson com o space disco de Prins Thomas promete ser uma das paradas mais legais do festival. Os dois são nomes importantes da cena e juntos costumam costurar sets absolutamente dançantes e variados. Do baleárico ao house, a dupla não economiza nos hits e joga pra pista.

Honey Dijon

Nosso grande destaque vai para a maravilhosa Honey Dijon, que volta ao Brasil para reafirmar que é um dos nomes mais importantes da música eletrônica mundial, não só por suas discotecagens absurdamente boas (comprove no vídeo acima), mas também por suas posições políticas, luta contra o preconceito de gênero e por mais visibilidade trans. Caindo no clichê, se você só puder conferir uma apresentação, vá direto para a pista da Miss Dijon.

Brasileiros

É claro que os DJs e produtores brasileiros estarão muito bem representados no DGTL. Se liga nesse time: Márcio Vermelho, Max Underson, RHR, Carrot Green, Cashu e Pareto, além de lives da Linda Green, Davis e Zopelar. É a prova que a cena da música eletrônica no Brasil está em uma de suas melhores fases, com gente muito talentosa fazendo bonito em qualquer tipo de pista.

Confira abaixo a programação do Festival

AREA 1 – Modular

19:30-21:15 | Max Underson
21:15-23:00 | Carrot Green
23:00-00:00 | Red Axes feat. Abrão
00:00-01:30 | Vermelho
01:30-03:30 | Adriatique
03:30-04:30 | Henrik Schwarz [live]
04:30-06:30 | Rødhåd & Daniel Avery
06:30-08:30 | Dixon

AREA 2 – Generator

19:30-21:15 | RHR
21:15-23:00 | Cashu
23:00-00:30 | Zopelar
00:30-02:30 | Len Faki
02:30-04:30 | DVS1
04:30-06:30 | Dax J
06:30-08:30 | Ben Klock

AREA 3 – Frequency

19:30-21:30 | Linda Green
21:30-23:30 | Luiz Pareto
23:30-02:30 | Prins Thomas & Gerd Janson
02:30-04:30 | Honey Dijon
04:30-06:30 | Davis
06:30-08:30 | Job Jobse

Performers:

Aisha Fikula
Elloanigena Onassis
Euvira
Ilunga Malanda
Loïc Koutana
Marquesa Amapola
Roberta Uiop
Rodrag
Transalien
Valença Keity
Valentina
Vola
Yala Yala

Ambientação: Irmàs Lumièrra
Intervenções artísticas: Muti Randolph e Sala 28

DGTL Festival 2018. Sábado (05.05) a partir das 19h30. Ingressos: De R$ 170 a R$ 340.
Avenida Alexandre MacKenzie, 619, Jaguaré

Fotos: Divulgação

Quem escreveu

Tava Passando

Data

04 de May, 2018

Share

Tava Passando

Tavapassando e cliquei. Danilo Cabral e Flavia Lacerda registram seu dia a dia e todos os lugares por onde estão passando, em um mini-guia de shows, restaurantes, ruas e pixos no Instagram.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.