De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

A volta do Airbnb em Berlim

Quem escreveu

Renato Salles

Data

11 de April, 2018

Share

Em 2016, as autoridades de Berlim se voltaram contra o AirBNB, praticamente limpando os resultados para quem procurasse um apartamento para passar as férias por lá. A cidade vinha enfrentando um problema sério de alta nos preços dos alugueis de moradia, assim como Barcelona e Amsterdã, pela perda de oferta para os alugueis de temporada. Um anúncio do fim do mês passado acabou com a angústia das andorinhas hipsters que migram para lá no verão europeu.

A prefeitura resolveu acabar com o banimento do aplicativo, mas impôs uma série de novas regras para locadores, e pesadas multas para quem descumpri-las. A partir de 1º de maio, todos os proprietários que quiserem alugar a sua casa só serão autorizados a fazê-lo se obtiverem uma autorização geral da municipalidade, mesmo que pretendam alugar sua propriedade apenas para estadias curtas ocasionais. A boa notícia é que quem for alugar sua própria residência não tem limitação de tempo para disponibiliza-la. Já quem estiver alugando a segunda propriedade tem restrição de 90 dias por ano.

airbnb em berlim
Foto: Twitter – @darren_cullen

O drama, parece, vai ser tirar essas licenças. É bem provável que quem pedir a licença para sua residência principal vai ter a solicitação aprovada. Os proprietários de segundas residências devem enfrentar um processo mais rigoroso. E aqui a coisa aperta: apartamentos vazios precisarão de uma autorização especial para ficar sem um inquilino registrado depois de 3 meses, sob risco de levar uma multa de até 500 mil euros, 5 vezes mais que o valor anterior.

Berlim foi uma das primeiras cidades que foi fortemente impactada pela facilidade de aluguel temporário que o AirBNB oferece, e também uma das primeiras a agir contra a empresa. Depois desse período turbulento, finalmente parece que vem aí uma temporada de trégua. E o melhor é que outras cidades podem começar a regular melhor a disponibilidade dos imóveis para turistas, sem ter que apelar para o corte seco. Os viajantes podem respirar aliviados.

*Foto do destaque: Flickr – screenpunk

Quem escreveu

Renato Salles

Data

11 de April, 2018

Share

Renato Salles

Para o Renato, em qualquer boa viagem você tem que escolher bem as companhias e os mapas. Excelente arrumador de malas, ele vira um halterofilista na volta de todas as suas viagens, pois acha sempre cabe mais algum souvenir. Gosta de guardar como lembrança de cada lugar vídeos, coisas para pendurar nas paredes e histórias de perrengues. Em situações de estresse, sua recomendação é sempre tomar uma cerveja antes de tomar uma decisão importante. Afinal, nada melhor que um bom bar para conhecer a cultura de um lugar.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.