De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

4 day trips que você pode fazer de Copenhagen

Quem escreveu

Fernanda Secco

Data

10 de April, 2018

Share

Nas andanças pelos países nórdicos, a Dinamarca continua sendo um dos destinos preferidos dos viajantes. Pode ser pelo preço, já que o gasto está abaixo dos vizinhos escandinavos, pela hospitalidade dos locais ou pelo polo gastronômico. Mas na verdade, há um monte de lugares bacanas para conhecer e explorar no país e aqui vamos sugerir quatro day trips para você.

1) Castelo de Krononborg & Museu Louisiana

Este é, sem dúvida, um dos passeios mais simples, que pode ser feito de trem ou carro. Vale a pena ressaltar que o passeio de carro pela Strandvej é muito bonito e você pode ver algumas das casas mais lindas (e caras) do país. Se comprar o Copenhagen Card para usar enquanto estiver de passeio na cidade, a entrada para ambas atrações está coberta.

O castelo que inspirou Shakespeare em Hamlet fica em Helsingør e tem vistas privilegiadas. O lugar é perfeito para fazer um piquenique em dias quentes. A cidadezinha é fofa e merece uma caminhada. Em alguns dias de verão, o castelo dá espaço a peças de teatro e apresentações e você também pode fazer um tour dramático (que eu fiz e foi no mínimo engraçado).

Foto por Fernanda Secco

A outra parada, em Humlebæk, fica reservada para um dos museus de arte mais legais do mundo, o Louisiana, que, aliás tem um post exclusivo aqui. A coleção fixa é incrível, mas sempre há exposições temporárias que valem a pena a visita em todas as épocas do ano. Na primavera/verão há um plus, que é poder caminhar com tranquilidade pelo jardim de esculturas e claro, sentar na escadaria do café e ver a Suécia do outro lado enquanto toma um bom vinho branco. Eles tem uma instalação fixa da Yayoi Kusama e muuuuuitas esculturas do Alberto Giacometti.

Foto por Fernanda Secco

2) Frederiksborg Castle

O castelo Frederiksborg fica ao norte de Copenhagen na cidade de Hillerød. Originalmente foi construído no século XVII, mas um incêndio destruiu quase tudo, exceto a capela que ainda se mantém no edifício original. Este é um dos castelos mais famosos da Dinamarca já que fica entre ilhas, lagos e lindos jardins. O Frederiksborg também dá espaço a um dos Museus Nacionais, daqueles que você pode passar horas visitando.

Para chegar são 30 minutos de trem a partir da estação central de Copenhagen, além de uma caminhada de 15 minutos desde a estação.

Foto por Charlotte Dahl (via VisitCopenhagen)

3) Trelleborg – A vila viking com mais de 900 anos

Esta sugestão é um pouco mais ousada, já que se você tem pouco tempo no país e/ou nenhum interesse na história viking, talvez não fosse a primeira opção que te sugerissem. Mas eu achei este lugar, que fica perto da cidade de Slagelse, no sul da ilha de Zelândia, muito interessante. Uma área super cênica, onde você encontra os restos de um dos maiores castelos vikings datado de 980 AD. O espaço também oferece uma experiência imersiva em uma vila viking, com réplica de casas e objetos, e até pessoas vestidas de viking fazendo coisas do dia-a-dia como joias, carpintaria e mais – tudo como se fosse há séculos atrás.

Durante o ano o espaço organiza várias atividades para crianças e adultos como aulas de artilharia, artesanato e expedições. Apesar de ter conhecido no inverno gostei muito e achei que foi um passeio muito bacana.

Foto por Fernanda Secco

4) A Ilha de Møn e o penhascos do sul da Zelândia

Se quiser aprender um pouco sobre a geografia dinamarquesa, a capital Copenhagen fica na ilha de Zelândia. Se visitar o sul da mesma pode encontrar os maiores (e únicos) penhascos do país, o penhasco de Stevn e Møn. Ambos com vista para o oceano báltico, são ótimas pedidas para quem curte vistas incríveis e trilhas, mas a melhor – e provavelmente única – maneira de visitar é de carro.

Em Møn você encontra quase 6km de penhasco de calcário branco e um mar com múltiplos tons de azul. A caminhada até a praia é de mais ou menos 15 minutos descendo escadas e por lá você pode pescar, fazer snorkeling, piquenique e até caçar âmbar. Subir as escadas de novo talvez exija um pouco de disposição, mas o passeio vale muito a pena. No espaço há também um museu geológico que explica os fenômenos naturais do local e ensina um pouco de ciência.

Foto por Fernanda Secco

O Stevns Klint é um desfiladeiro um pouco maior, com quase 15 quilômetros de extensão e foi declarado patrimônio da humanidade pela UNESCO. Não é tão alto quanto Møn, mas a praia é mais espaçosa. Eles também dividem espaço com o Museu da Guerra Fria.

A verdade é que vale a pena ter mais dias na Dinamarca – e se tiver, também use para conhecer a Jutlândia e até a ilha de Bornholm.  A Dinamarca é um país lindo e vale muito a pena sua visita.

Imagem destaque: Møns Klint por Fernanda Secco

Quem escreveu

Fernanda Secco

Data

10 de April, 2018

Share

Fernanda Secco

De longas viagens de carro no México a aulas de cozinha no Vietnã, para mim o que importa conhecer são as pessoas. Não há nada melhor para conhecer um país do que aprender com experiências autênticas (e às vezes malucas).

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.