Gastronomia

La Caceria – uma aventura gastronômica na Serra Gaúcha

Quem escreveu

Ana Portela

Data

18 de September, 2017

Share

Em nossa rápida passagem por Gramado, fomos surpreendidas por uma série de experiências incríveis e uma delas foi nossa noite no La Caceria, um restaurante diferente localizado no Hotel Casa da Montanha.

ATENÇÃO: O conteúdo deste post pode dar água na boca!!!

O Restaurante

Especializado em caças nobres, de cara, o ambiente do La Caceria já impressiona. Ao entrar no restaurante, nos deparamos com uma decoração estilizada, fazendo referência a aquelas cabanas que são ao mesmo tempo rústicas e luxuosas. Quase um cenário de um filme inglês. Até o garçom esta caracterizado de caçador.

O bacana é que o La Caceria surpreende tanto pela experiência gastronômica que proporciona, como pelo excelente atendimento. O cliente se sente parte de uma família. Afinal, são 19 anos desafiando o paladar de quem frequenta ou tem oportunidade de conhecer o estabelecimento.

Recepção La Caceria – Foto: Thais Piovan Bergamo

Uma dica: todos são excelentes, mas se quiser o melhor garçom da casa, chame o Roberto!

O Menu

O jantar ali começa com um maravilhoso couvert regional, que trouxe para a mesa uma grata seleção de pães, manteigas aromatizadas, queijo sansoe, patê de fígado, cogumelos regionais à provençal (sen-sa-ci-o-nal) e alho assado. Sabor foi o que não faltou nessa combinação.

Depois de nos deliciarmos com essa entrada divina, decidir o prato principal não é uma tarefa fácil. Escolher entre javali, faisão, perdiz, coelho, pato, jacaré, codorna e cordeiro foi um grande dilema. Decidimos nos aventurar pelo menu. Um dos pedidos foi um Fettuccine Linha BonitaImagine um fettuccine caseiro ao molho aveludado de conhaque, com nata, regado a champignons cultivados no interior de Gramado? Sim, é tão maravilhoso quanto parece e além!

Outra surpresa foi o Cordeiro de Bombacha “Tchê” ( é mesmo o nome do prato, como não pedir?). Trata-se de um cordeiro ao molho de cerveja, acompanhado de um petit gâteau de polenta com gorgonzola, finalizado com um toque de linguiça crocante e farofa de erva-mate. Jamais havia experimentado uma combinação tão ousada.

Cordeiro de Bombacha “Tchê” – Foto: Thais Piovan Bergamo

Acontece que no La Caceria, tudo parece muito diferente. A cada prato, a cada sabor é possível surpreender-se com o novo, resignificando até aquilo que parece mais familiar: o alho, a polenta, o queijo, tudo novo de novo.

Um pato, uma boa lembrança

Enquanto apreciava meu jantar, notei que o restaurante exibia uma coleção de pratos decorados nas paredes. Então descobri que o La Caceria faz parte de um grupo mais que exclusivo, a Associação de Restaurantes da Boa Lembrança.

Coleção de Pratos La Caceria-Foto: Thais Piovan Bergamo

Eis a ideia: a cada ano, cada restaurante que integra a associação desenvolve um prato inédito, exclusivo de cada estabelecimento, prato esse que fica disponível no menu ao longo desse ano apenas. O grande barato dessa história é que, ao pedir o prato da Boa Lembrança, o cliente além de se deliciar com uma receita original, ganha um suvenir. Trata-se de um lindo prato, pintado à mão, a boa lembrança daquele momento. Uma fofura só!

Acredite ou não, mas essa iniciativa conta com inúmeros colecionadores, gente que viaja o Brasil acumulando pratos (literalmente). E isso vale até para os próprios restaurantes, que exibem orgulhosamente os pratos guardados ao longo das edições.

Pato Linha 28-Foto: Thais-Piovan Bergamo

No caso do La Caceria, em 2017 a aposta de prato da Boa Lembrança é o ‘Pato – Linha 28’, que apresenta a ave assada lentamente ao forno, com um saboroso molho de limão e laranja, acompanhado ainda de purê de batatas e brócolis frescos. É o tipo de prato que deixa você envolvido pedaço a pedaço. Só mesmo experimentando para saber,  tudo que eu posso dizer é que vale muito à pena.

Boa Lembrança La Caceria 2017 – Foto: Thais Piovan Bergamo

Para beber e para fechar

Além das opções de drinks e sucos, o La Caceria destinou um cantinho todo especial aos amantes de vinho, a Cave da Montanha. Uma adega climatizada que guarda nada menos que 200 opções de rótulos (importados e nacionais).

Já as opções de sobremesa do La Caceria não deixam nada a desejar. Fechando a noite com chave de ouro, experimentamos o Vulcan de Dulce de Leche: um petit gâteau de doce de leite uruguaio com sorvete caseiro de queijo. O paraíso em garfadas doces.

O fato é que o La Caceria não hesitou em ousar nas combinações, tanto das carnes e molhos, como dos acompanhamentos e, claro, do ambiente. Certamente se trata de um conceito gourmet exclusivo e exótico combinado com a essência gaúcha de cozinhar. Esse é, sem dúvida, um lugar que deixou mais que uma boa lembrança, um gostinho de quero mais.

La Caceria
Rua Borges de Medeiros, 3166 – Gramado
Pratos a partir de R$98

Quem escreveu

Ana Portela

Data

18 de September, 2017

Share

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter