De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Um simples café que pode mudar a vida dos refugiados

Quem escreveu

Renato Salles

Data

09 de March, 2016

Share

A situação dos refugiados da guerra civil na Síria só se complica. A Eslovênia e a Croácia já fecharam suas fronteiras e a Macedônia e a Sérvia devem seguir pelo mesmo caminho. A União Europeia discute se deve ou não mandar de volta para a Turquia os refugiados que chegam por terra, mesmo que isso vá contra seus direitos de proteção e mesmo internacionais. E mais de 30 mil imigrantes se mantêm presos em território grego no meio desse caos. O fim da guerra na Síria parece longe, e a vida dos refugiados não poderia ser mais difícil.

Mas algumas pequenas boas ações têm feito os dias dessas famílias dilaceradas um pouco melhores. O Café Umbrella é um desses casos. Ele fica na cidade de Presevo, na Sérvia, ao lado da fronteira com Montenegro. Seria um café comum, se não fosse por um detalhe: desde o começo da crise internacional, eles servem café e croissants de graça para os refugiados. O dono, Valon Arifi, montou o estabelecimento com verbas do Comitê Internacional de Regaste, que o mantém até hoje. Parece pouco, mas o simples fato dessas famílias terem alguém que estende a mão para ajudá-los já significa muito. A ideia, inclusive, é que a ajuda aumente ainda mais, e eles passem a prover também sanduíches e pontos de acesso à internet, para que os imigrantes possam entrar em contato com seus familiares por email e Skype. É uma iniciativa simples, mas que pode transformar vidas.

Esse vídeo é do site AJ+, que esteve na mesma região em setembro fazendo um vídeo. Vemos o mesmo Valon trabalhando na recepção dos refugiados, separando roupas e mantimentos. O cara é um herói!

Foto do destaque: Flickr – Freedom House

Quem escreveu

Renato Salles

Data

09 de March, 2016

Share

Renato Salles

Para o Renato, em qualquer boa viagem você tem que escolher bem as companhias e os mapas. Excelente arrumador de malas, ele vira um halterofilista na volta de todas as suas viagens, pois acha sempre cabe mais algum souvenir. Gosta de guardar como lembrança de cada lugar vídeos, coisas para pendurar nas paredes e histórias de perrengues. Em situações de estresse, sua recomendação é sempre tomar uma cerveja antes de tomar uma decisão importante. Afinal, nada melhor que um bom bar para conhecer a cultura de um lugar.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.