Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2020 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Kings Day, o ‘carnaval holandês’ que dura 24 horas

Data

24 de April, 2014

Share

Dia do Rei

Por mais de um século festejou-se o divertido e mais esperado feriado da Holanda: o Dia da Rainha. Comemorado nacionalmente e em uma data oscilante, o aniversário da maior figura monarca da corte holandesa: a rainha. Pela segunda vez em 123 anos, o rei William Alexander, o príncipe e primogênito, celebra depois de assumir o trono e chegou, literalmente, o dia de distribuir sorrisos e acenar para os súditos fanfarrões. A data do aniversário do Rei William é 27 de Abril e este ano a festa começa no domingo a noite e segue segunda a dentro até a madrugada.

Visitando um pouco a história, como tudo na Holanda é moldado de acordo com o clima, a última rainha, Beatrix, resolveu manter a festa na data do aniversário da sua mãe, a rainha Juliana (30 de Abril), já que o próprio aniversário caía no pico do inverno holandês (31 de Janeiro) e ela, certamente não tinha a intenção de festejar patinando no gelo dos canais… :)

O antigo dia da rainha, hoje Dia do Rei, é sem dúvidas uma das melhores festas de rua da Europa e apesar de muito tumultuada é relativamente pacífica, música por todo lado, canais cheios de barcos, pontes abarrotadas e perfeito para quem gosta da cor laranja: a cor oficial da festa.

Para quem estiver de passagem por Amsterdã durante a noite do 26 e o dia do 27 de Abril, vale considerar:

– Deixar o passaporte em casa ou no hotel (ou fazer cópia e deixar guardada se esse for único meio de identificação)

– Estar preparado para enfrentar multidões animadíssimas

– Não contar com transportes públicos

– Os táxis na rua cobram o que entendem por justo e não há disponibilidade por telefone, já que as ruas do centro e imediações estarão interditadas

– Filas para banheiros são gigantescas e cada pipi pode custar entre 0,50ct e Eur 2, por isso ter sempre moedas à mão

– Em alguns lugares os copos descartáveis também são “retornáveis”  e  devolvendo dá para receber algum $, vale perguntar na hora da compra

– Pintar o rosto, usar a cor laranja, ficar bem louco, festejar como se não houvesse amanhã e não esquecer de brindar a saúde de “Will”!

Para saber como será a edição 2016, clique aqui, mas as melhores dicas são sempre as dos locais! Cola neles!

Dia do Rei

Dia do Rei

*Fotos por Tânia Neves © Todos os direitos reservados.

Data

24 de April, 2014

Share

Priscilla Cavalcante

A Priscilla escolheu como mantra a frase de Amyr Klink: "Pior que não terminar uma viagem é nunca partir". Adora mapas e detesta malas. Não perde uma promoção ou um código de desconto e coleciona cartões de fidelidade. Nas horas vagas é diretora de arte, produtora de festas, dj e coletora de lixo nas ruas de Amsterdã. Escreve aqui e no www.almostlocals.com

Ver todos os posts

Comentários

  • Nada melhor que as festas de rua da Europa. Mesmo sendo do Rio, fiquei bem chocada (positivamente!) com o que vi na Espanha. Fiquei curiosa pra saber como é essa festa em Amsterdã! Beijos!

    - Capitu Itinerane
  • Oi Priscilla, tudo bem ?

    Você conhece algum serviço do tipo “Rent a Local Friend” por aí? (Exceto o próprio site Rent a Local Friend).
    Acha que vale a pena contratar serviços do tipo para quem vai fazer uma escala de 7 horas em Amsterdan?

    Btw, adorei o post e estou assustada com o “os taxis cobram o que entendem por justo” :T

    - Thais Antunes Alves

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.